Assinatura RSS

fragilidade,


eu

Quando eu era adolescente escrever era a única maneira por onde eu conseguia exportar meus sentimentos. Sempre fui muito apática. Não que eu não sentisse amor, remorso ou piedade, eu senti muito, mas aprendi a esconde-lo porque aos poucos eu via as pessoas se aproveitando dos meus sentimentos pra me diminuir.
Se eu chorava era porque eu não conseguia aguentar a realidade.
Se eu gritava era porque eu não conseguia ter uma conversa civilizada sem me alterar.
Tudo o que podia externar das minhas emoções era motivo pra me pegarem pelo braço e me julgares por ser mulher. Não exatamente por SER mulher, mas por me portar como uma. Por permitir que outros pudessem ver a minha fragilidade. Essa fragilidade tinha que ser escondida porque era motivo de vergonha.

– Menina é assim mesmo, chora por tudo
– Tá vendo seu primo? ele não tá chorando
– Isso não é nada, fulano tem uma vida pior e não é assim!
– Engole o choro!

A consequência disso é o que sou hoje. Ainda não aprendi a confiar nas pessoas e tenho crise de ansiedade só de pensar em ter uma conversa onde eu me dispa dos meus temores e fale francamente. Eu não sei ser assim, eu não fui ensinada a ser assim e até hoje eu tenho medo de fazer qualquer esforço pra melhorar. O meu esforço requer que eu confie e eu não posso. Não quando eu vejo que essa pratica de repreender mulheres por seus sentimentos ainda é recorrente.

Essa fragilidade ainda me define e essa dor que eu tanto dissipo é o que me resta, é o que sou.

“I took the stars from my eyes and then I made a map
And knew that somehow I could find my way back
Then I heard your heart beating You were in the darkness too
So I stayed in the darkness with you”

Sobre Nara Gabrielly

99,9% morta por dentro

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: