Assinatura RSS

Do you believe it in your head?


São esses dias normais. É esse coração acomodado ao lado esquerdo do peito. É esse céu estrelado lá fora, insistentemente brilhante.

Eu tô aqui, achando chato ficar achando chato. Passando por um tempo, esperando esse tempo passar.
Quero me jogar fora. Sem apego, sem remendo. E são os dias claros. Eles amanhecem assim, tão bonitos. E sou eu, eu que com o tempo escureço a todos. Todos aqueles que estão aqui, e mesmo quem já se foi. Sou eu.
As vezes o meu sorriso fica grudado no canto da boca, para momento de emergência. Mas nem por isso significa que eu esteja realmente achando engraçado, ou interessante. É só um movimento involuntário do meu tédio. Porque eu, eu não me importo. Eu tento, mas não, não me importo mesmo.

Você já magoou alguém com certeza, então antes de pensar o quanto os outros são injustos com você pare e reflita nas milhares de vezes em que você foi injusto com alguém. Eu fico calada. Mesmo por que nunca foi do tipo de dissipar dores por ai. Eu não perdôo e não esqueço, mas isso é outra coisa. Quando machucada eu me acuo em mim mesma. E depois desses tempos eu ganhei um escudo.
Sim, eu fico triste do nada. E conforme-se, há poucas coisas que você pode fazer para mudar isso.

Sobre Nara Gabrielly

99,9% morta por dentro

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: